Girassol, Maracujá, sorriso falso, ouro, kill Bill, banana, sol, atenção, abacaxi, melão, japonês, Wander… Wander?!?!?

Rapaz, o Wander! Aquele homem que se veste de amarelo da cabeça aos pés. Ele anda pelas ruas de Santo André.  Tem uns 50 e poucos anos. Algumas vezes, faz uma escapadela para um grande acontecimento em São Paulo. Conhece não? Então, vem aqui que vou te contar a história dele.

Cabelo bem oxigenado, roupa amarela da gema. Lembra aquele tecido de capa de chuva. Calça, bota de borracha, tudo parecendo faísca de sol. Daí que ele se montou todo e se fez de “Yellow Man”.

Aposto que você já o viu. Algum tempo atrás, ele participou de um programa. Mostrou seus dotes artísticos para aquele apresentador que virou Bahuan. E por aí foi, mundo afora. Saiu de Minas Gerais pra virar estrela paulista.

Dizem as más línguas que ele fugiu de um amor encrenqueiro de lá… Sei não. A única coisa que sei é que o homem amarelo tá arretado da vida. Sabe como é, este povo todo da televisão perde respeito para ter audiência.

O Amarelinho faz questão de gritar para os quatro cantos que um cara roubou sua patente. Parece que o pintinho amarelinho caiu na minha mão não, mas num balde de dinheiro. E o Wander grita que tudo deveria ser dele.

Vida de artista não é fácil. As contas vencem e o reconhecimento quase nunca chega com elas. Nesta empacada, o Yellow vende serviço de gráfica por aí. Mas nunca deixa de fazer a propaganda de seu dom.

Não existe castelo, seu moço. Tem dias que ele dorme em albergue, outros em canto emprestado… Mas existe sonho! E tem também a sua Dulcinéia. No caso deste amor raiado de sol, ela vive na Itália e ele planeja um casamento com a musa.

Brasília, São Paulo, Santo André. Voltou para Minas, marcou mais alguns chãos andreenses. Outro dia, encontrei o cidadão dando entrevista sobre o caso Nardoni. Vira e mexe, ele tá na São Silvestre.

Se você quiser conhecê-lo, siga aquele homem trajado de atenção. Ele estará vagando por estas ruas em busca de público para ouvir suas canções. A prosa é por conta da casa.

Anúncios